Anonymous promete mirar seus canhões digitais em sites de pornografia infantil

Anonymous: Máscara do Guy Fawkes já virou símbolo do movimento

Nem só de pequenas revoltas capitalistas vive o Anonymous, grupo anárquico que promove retaliações digitais. Ele anunciou recentemente que irá usar todo o seu “poder de fogo” digital para tentar dizimar sites que hospedam conteúdo de pornografia infantil. O primeiro alvo da chamada Operação Darknet é a empresa de hospedagem Freedom Hosting, acusada de conscientemente hospedar material de pedofilia.

“O que queremos é simples: removam todo o material de pornografia infantil de seus servidores”, ameaçou o Anonymous em um comunicado dirigido não só à Freedom Hosting, mas a todos os usuários da web.  Desde o último dia 15, o grupo hackativista vem removendo da web links para pornografia infantil, além de fazer o possível para desligar o acesso aos servidores da Freedom Hosting, considerada o atual “inimigo número 1″ do Anonymous.

O que é esse Anonymous?

Se você não está estranhando o nome “Anonymous” é porque com certeza você já ouviu falar bastante deles por aí. O grupo ganhou destaque em noticiários de todo o mundo devido aos ataques em massa organizados pelo grupo anárquico que se identificam não se identificando — por mais paradoxal que seja. O Anonymous surgiu no 4chan e começou a orquestrar ataques conjuntos na web, mirando em quem o grupo achasse que merecia uma boa rasteira digital. Para garantir o anonimato dos envolvidos, diversos apoiadores usam a máscara de Guy Fawker, popularizada pelo filme “V de Vingança”, imagem que acabou se tornando um dos símbolos do grupo — e que, ironicamente, colabora com os lucros de uma das maiores empresas do mundo capitalista. Ainda que anárquico, o Anonymous é bem estruturado e capaz de fazer um grande auê digital por onde passam. No geral, a bagunça desses garotos e garotas é feita através de ataques DDoS, que geralmente conseguem derrubar servidores sem muito esforço, ou através de outras tradicionais brechas de segurança.

Cada um dos ataques do grupo ganha um codinome pelo qual fica conhecido na rede — repare se você não se recorda da Operação Avenge Assange, que tinha como intuito vingar o líder do WikiLeaks Julian Assange, da Operação Payback, que mirou nas entidades da indústria fonográfica nos EUA, ou da conhecida Operação Sony, que travou uma verdadeira batalha digital contra a empresa como uma retaliação à perseguição ao hacker George “Geohot” Hotz por ter quebrado as proteções do PlayStation 3.

Ao menos dessa vez os canhões digitais do Anonymous estão de volta à ativa por uma causa que ninguém pode negar que é bem justa.

Via Mashable. Foto: Steve Garfield/Flickr.

Marcados com: , , ,
Publicado em Notícias
Um comentário sobre “Anonymous promete mirar seus canhões digitais em sites de pornografia infantil
  1. Kay disse:

    Anonymous , espero que encontre o caminho da luz.