OnLive Desktop, o Windows 7 no iPad/Android, parece estar irregular junto à Microsoft

Joe Matz, vice-presidente corporativo de licenciamento e preços da Microsoft, deixou claro neste post que o OnLive Desktop, serviço que virtualiza instâncias remotas do Windows 7 com Office 2010 (Word, Excel e PowerPoint) e, na modalidade Plus (US$ 5/mês), Internet Explorer, não está de acordo com os termos da Microsoft.

o Gartner levantou questões relacionadas à observância desses serviços semana passada. Estamos ativamente engajados com o OnLive na esperança de trazê-loo a um cenário de licenciamento propício e comprometidos a ver esse problema resolvido.”

Nenhuma das opções de licenciamento que a Microsoft oferece parece adequada ao que o OnLive faz. A maioria dos planos oferecidos preveem que o cliente (no caso, quem usa o OnLive Desktop no iPad) tenha uma licença do Windows, o que não é necessário no caso do app. A modalidade mais próxima seria o Services Provider License Agreement (SPLA), mas novamente de acordo com a Microsoft ela não se encaixaria porque o Office não está previsto nesse tipo de acordo.

O OnLive Desktop é um app que virtualiza instâncias remotas, hospedados nos servidores do OnLive, no iPad e em tablets Android. Fizemos um hands-on com vídeo logo que ele foi lançado, no início de janeiro. Recentemente foi disponibilizada a versão Plus, que garante acesso ao Internet Explorer (com Flash).

[Ars Technica]

Marcados com: , , , ,
Publicado em Notícias
Um comentário sobre “OnLive Desktop, o Windows 7 no iPad/Android, parece estar irregular junto à Microsoft
  1. Willder disse:

    Há! Eu estave esperando isso quando vi o post sobre o OnLive Desktop aqui no Gemind, até demorou, ein?

    Ficando velha e lenta, Microsoft?

    Ops, ela já é.